Segunda-feira, 1 de março de 2021
informe o texto

Notícias | Brasil

Psicólogo mata mulher e enteada e se passa por morador de rua e pede ajuda em igreja evangélica

Enquanto estava foragido, ele realizava todas as refeições diárias e higiene pessoal na instituição.

18/02/2021 - 07:14 | Atualizada em 18/02/2021 - 07:23

Elizany Telles, Conexão Araguaia

Um psicólogo, suspeito de ter matado sua mulher de 34 anos e a enteada de 9 anos,  em Pompeia SP, enquanto fugia se passou por morador de rua, e pediu ajuda em uma igreja evangélica em Mato Grosso do Sul, afirma a Polícia Civil.
 
De acordo com informações, do delegado Cláudio Anunciato Filho, Fabrício Buim Belinato, chegou a pedir abrigo a uma igreja evangélica, em uma cidade do Mato Grosso do Sul, se passando por morador de rua. O município não foi informado do ocorrido. Enquanto estava foragido, ele realizava todas as refeições diárias e higiene pessoal na instituição.
 
As vítima Cristiane Pedroso dos Santos Arena e a filha Karoline Vitória dos Santos Guimarães, estavam desaparecidas desde o fim do ano passado. Os corpos delas foram encontrados enterrados no quintal da casa onde moravam, no último dia 02 de fevereiro, sob um contrapiso de concreto.
 
Cristiane tinha outra filha, uma adolescente de 16 anos, que inclusive, foi apreendida suspeita de participar do assassinato, por está apaixonada pelo padrasto, de acordo com a Polícia Civil. A suspeita confessou ter ajudado a enterrar a mãe e a irmã, porém nega participação no crime.
 
Enquanto Fabrício estava foragido, a Polícia obteve informações, de que ele havia sido visto passeando pelo centro de Bataguassu, divisa com o estado de São Paulo, e posteriormente, ele teria ido á Campo Grande, capital sul-mato-grossense.
 
Diante das denúncias, o suspeito foi capturado em 08 de fevereiro, enquanto prestava serviço em uma obra.
 
Investigação
 
O inquérito referente ao caso, ainda não foi concluído, as autoridades policiais estão apurando controvérsias encontradas nos depoimentos de Fabrício, sobre o duplo homicídio.
 
Segundo o delegado, o acusado detalhou ter assassinado a enteada Karoline Vitória dos Santos Guimarães, por asfixia, no entanto, a vítima foi encontrada com uma lesão na cabeça. As autoridades policiais aguardam o laudo da causa da morte da menina, para confirmar controvérsia.
 
Afirma o delegado, que novas testemunhas do caso estão sendo ouvidas, e possivelmente o inquérito do duplo homicídio deverá ser concluído nas próximas semanas.
 
Após ser capturado e conduzido á delegacia de Marília, o homicida diz ter se arrependido do crime. O mesmo teve a prisão preventiva decretada, e foi levado para a penitenciária de Álvaro de Carvalho.
 
As vítima foram sepultadas na tarde do último dia 03 de fevereiro, no cemitério de Pompeia SP, sob forte comoção.
 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 

Contato

(66) 98452-5192

+44 7915 428861

Confresa - MT 78652-000

Newsletter

Sitevip Internet